Uma tarde chuvosa em Annecy, a cidade francesa conhecida como a “Veneza dos Alpes”

Annecy é conhecida como a "Veneza dos Alpes" ou "Veneza Francesa"

Annecy é conhecida como a “Veneza dos Alpes” ou “Veneza Francesa”

Vocês se lembram da minha amiga Valéria de Oliveira, aquela que foi comigo ao Aiguille du Midi no começo de Setembro ? Depois de alguns dias viajando pela Espanha e Itália, ela voltou para passar os últimos dois dias da viagem em Genebra. Então optamos por conhecer mais uma “jóia francesa”, a cidade de Annecy, localizada a apenas 47km de Genebra.

Já falei sobre Annecy no post “Genebra: Aproveite a viagem para conhecer três charmosas vilas francesas“. A cidade é conhecida como a “Veneza dos Alpes” ou a “Veneza Francesa” pois as águas cristalinas do Lago de Annecy desembocam em um canal que percorre o centro histórico da cidade. Às suas margens há sempre muitas flores, deixando os turistas encantados.

Desta vez não demos tanta sorte com o tempo. O dia estava nublado e chuvoso mas, apesar disso, foi possível caminhar às margens do lago e conhecer um pouco do Centro Histórico da vila.

A ideia inicial era conhecer a vila num domingo pois é o dia em que o mercado (marché) toma conta de todas as ruelas do centro histórico e é possível comprar produtos típicos (queijos, frutas, legumes), roupas, sapatos, artesanatos, etc. Mas o ônibus que vai de Genebra para Annecy demora 1h30 e acabamos desanimando. Então fomos de carro em uma segunda-feira. Mas, se você tiver oportunidade de visitar a vila em um domingo, vá porque com certeza o mercado deixa o passeio mais interessante.

Aos domingos, as tendas invadem o centro histórico...

Aos domingos, as tendas invadem o centro histórico…

... e é possível encontrar uma variedade de produtos típicos

… e é possível encontrar uma variedade de produtos típicos

Saímos de Genebra umas 14:15h e, em menos de 40 minutos estávamos em Annecy. Desta vez o David foi conosco. Deixamos o carro em um estacionamento bem próximo ao centro histórico e seguimos em direção ao canal que liga o centro moderno ao lago. Esse canal é cercado por muitas árvores, ao contrário do outro que é cercado de flores.

Caminhamos por uns 250m até uma ponte de estilo japonês, de onde é possível ter uma visão bem ampla do lago, da montanha (ao fundo) e do grande parque Les Jardins de L’EUROPE, que ocupa praticamente toda a margem do lago na região central da vila.

Post_Annecy_Foto04

A ponde de estilo japonês que separa os dois lados do parque

Post_Annecy_Foto05

Visão do lado esquerdo da ponte, o parque Les Jardins d’EUROPE

Post_Annecy_Foto06

Visão das montanhas ao fundo

De lá continuamos caminhando às margens do lago em direção ao centro histórico até que a garoa começou a cair. Decidimos, então, fazer uma pausa em um dos vários bares à margem do outro canal – o que corre em direção à parte antiga da vila – para tomar um café e esperar a chuva passar.

Post_Annecy_Foto08

As águas do lago são realmente muito limpas

Post_Annecy_Foto07

Valéria durante a caminhada à beira do lago

Les Jardins d'EUROPE, às margens do lago de Annecy

Les Jardins d’EUROPE, às margens do lago de Annecy

Enquanto a chuva não vai embora, a gente toma um café

Enquanto a chuva não vai embora, a gente toma um café

Felizmente ela não demorou muito e nós pudemos continuar o passeio pelo centro histórico. As margens do canal estavam repletas de flores, um visual muito bonito. Logo no começo do centro histórico, uma igreja do século XVII, Eglise de St. François de Sales, conhecida como a comunidade dos italianos de Annecy. Depois, o Palais de L’isle, uma construção da idade média, no meio do canal, que abrigou inicialmente uma prisão, depois um palácio de justiça e finalmente um centro administrativo.

Post_Annecy_Foto11

Eglise de St. François de Sales

Post_Annecy_Foto12

Palais de L’isle

Post_Annecy_Foto14

Várias lojas vendem produtos regionais

Post_Annecy_Foto15

Doces e lembranças da região de Savoie

Caminhando mais um pouco, encontramos várias lojas de produtos regionais e artesanato. Apesar de ser uma segunda-feira e o tempo não estar ajudando, haviam muitos turistas caminhando pelas ruas. Caminhamos mais um pouco e após uma pequena ladeira, encontramos o Musée-Château, um castelo que serviu de residência dos Condes de Genebra nos séculos XIII e XIV. Hoje, o local abriga exposições temporárias diversas. Não entramos no castelo porque não tínhamos muito tempo e precisávamos retornar a Genebra. Em uma das laterais do castelo, descendo em direção ao canal, é possível ver um dos quatro abrigos antiaéreos construídos no começo da Segunda Guerra Mundial.

Fachada do Musée-Château

Fachada do Musée-Château

Interior do Musée-Château

Interior do Musée-Château

Uma das ruas do centro histórico de Annecy

Uma das ruas do centro histórico de Annecy

Uma das entradas do abrigo antiaéreo

Uma das entradas do abrigo antiaéreo

Apesar da chuva, o passeio a Annecy foi bem gostoso, a cidade é bem bonita e o lago também. Faltou o passeio de barco, que ficou para a próxima visita da Valéria de Oliveira. Mas eu já fiz há dois anos atrás, acho que vale a pena se o dia estiver ensolarado, a paisagem é bem bonita.

 

Valéria e eu em frente ao Palais d'Isle

Valéria e eu em frente ao Palais d’Isle

Gostou das fotos? Tem mais na nossa galeria, clique aqui para acessá-la.