Trilha em Portugal: na Rota do Galvão e do Planalto das Cesaredas

Céu azul, temperatura agradável, e lá fomos nós para a nossa primeira trilha em Portugal. Desta vez, como não conhecemos muito bem o país ou como as coisas funcionam, optamos por fazer o passeio organizado por uma empresa, a Green Trekker. Não nos arrependemos, o grupo era tranquilo, o guia divertido e o dia acabou sendo bem bacana!

O início da caminhada estava previsto para as 10h, no Centro de Artesanato da pequena vila de Reguengo Grande, há aproximadamente 1h de Lisboa (80 Km). Acordamos cedo, tomamos nosso café e pegamos a estrada. Chegamos lá uma pouco antes do horário marcado e, logo em seguida, começaram a aparecer os outros inscritos. Um grupo grande, 28 pessoas mais dois guias.

A região escolhida para fazermos nossa primeira trilha em Portugal foi o Planalto das Cesaredas, um maciço calcário jurássico da Região Oeste do país. A caminhada foi relativamente fácil com poucos trechos inclinados e durou cerca de 4 horas.

“O Planalto tem uma área aproximada de 49 km², divididos por quatro concelhos (Lourinhã, Bombarral, Óbidos e Peniche), em que cerca de 80 %, com 40 km ², pertence ao concelho da Lourinhã.” (Lusodinos)

Trilha em Portugal: entre plantações e moinhos de vento, rumo ao Rio Galvão

Antes de iniciarmos, Quirino Tomás (o guia) reuniu o grupo e, rapidamente, falou como seria o percurso. Além disto, perguntou se alguém tinha algum tipo de problema de saúde e tal. Todo mundo pronto, iniciamos a caminhada. Depois de uma pequena subida e uns 5 minutos de caminhada, já estávamos em meio à plantação e aos moinhos de vento.

Trilhas de Portugal:grupo caminhando

Início da trilha

Trilhas de Portugal: moinho de vento

Moinho de vento antigo, porém conservado

Trilhas de Portugal: sombra de alguém caminhando

Boa parte do caminho é assim, numa espécie de gramado

Confesso que no início da trilha, a paisagem não me impressionou muito. Mas, aos poucos, fui me surpreendendo com algumas plantações diferentes – pelo menos para nós, brasileiros – como, por exemplo, as Pereiras (árvore da pera) e a couve portuguesa, que eu nunca tinha visto.

Trilha em Portugal: flor da árvore de pera

Flor da Pereira (árvore da pera)

Trilha em Portugal: couve portuguesa

Couve portuguesa

Trilha em Portugal: couve

Plantação de couve

A região é conhecida pela produção de hortaliças. Por isto, em vários trechos do percurso, a trilha seguiu em meio a vastas plantações de couve e cebolinha.  Muito interessante porque é possível visualizar bem o processo de irrigação e, também, diferentes estágios da plantação.

Trilha em Portugal: plantação de couve

Boa parte da caminhada foi ao lado de plantações

Trilha em Portugal: grupo no meio da plantação

De um lado couve, do outro cebolinha

 

Trilha em Portugal: plantação de cebolinha

Cebolinha plantada há pouco tempo

Trilha em Portugal: plantação de cebolinha

Cebolinha quase no ponto da colheita

Nossa primeira parada para descanso foi na aldeia de Moledos, um pequeno vilarejo onde, diz a lenda, D. Pedro I (herdeiro do trono português) costumava encontrar D. Inês de Castro, sua amante. A história é longa mas, resumidamente, o rei de Portugal àquela época, D. Afonso IV, não aceitava o romance entre o filho e a galega e, por isto mandou executá-la. Em 1357 D. Pedro tornou-se rei de Portugal e para legitimar os filhos que tivera com a amada, afirmou que tinha casado com D. Inês secretamente, em 1354, em Bragança. Detalhe, o dia ele não se lembrava. 😉

Outra coisa que me chamou a atenção na vila foi uma construção repleta de tanques de lavar roupa. Perguntei ao guia se eles são utilizados de fato ou se é apenas uma espécie de homenagem mas ele não soube me responder.

Trilha em Portugal: tanques de lavar roupa

Local com tanques que não descobri se são usados ou não

Depois de 10 minutos de descanso em Moledos, seguimos em meio a uma paisagem repleta de rochas calcárias e alguns moinhos de vento (agora modernos e gigantes) até a aldeia de Cesaredas, onde fizemos outra pequena pausa.

Trilha em Portugal: grupo caminhando

Segunda parte da trilha

Trilha em Portugal: moinho de vento

Moinho de vento bem mais moderno

Trilha em Portugal: sino da Igreja

Sino da igreja da Aldeia de Cesaredas

 Portugal: seta indicando a distância até o próximo destino

Saindo da Aldeia de Cesaredo em direção a Reguengo Grande

A partir de Cesaredas, a paisagem mudou bastante e passamos a caminhar por entre trilhas mais estreitas e uma mata mais fechada. Confesso que foi o trecho que mais gostei, até porque, àquela altura (já passava do meio-dia), a temperatura já estava bem mais alta. Mais alguns quilômetros e finalmente chegamos ao Rio Galvão e uma pequena queda d’água.

Trilha em Portugal: vegetação com flores

Vegetação ao longo da trilha

Trilha em Portugal: integrante do grupo caminhando

Em alguns trechos a mata ficou mais fechada

 Portugal: marcas indicando o caminho da trilha

As trilhas na Europa em geral tem esta sinalização

TrilhasemPortugal_RotadoGalvao20

Em outros trechos a trilha era mais aberta

TrilhasemPortugal_RotadoGalvao21

E algumas vezes entre os Eucaliptos

TrilhasemPortugal_RotadoGalvao22

Neste trecho, muitas rochas de calcário

TrilhasemPortugal_RotadoGalvao23

E finalmente o rio Galvão com uma pequena queda d’água

TrilhasemPortugal_RotadoGalvao24

A paisagem é bacana mas o rio bem pequeno

Na reta final da nossa primeira trilha em Portugal, seguimos o riacho até encontrar novamente a vila de Reguengo Grande. Levamos aproximadamente 4 horas para percorrer o percurso de 13Km.

Depois da trilha, a recompensa!

Depois da trilha, a melhor parte, saborear a deliciosa comida portuguesa! 😉

No início do passeio, o Tomás perguntou quem do grupo gostaria de almoçar ao final do passeio. Alguns já tinham outros compromissos, mas cerca de 15 pessoas disseram que gostariam. Então, ao retornarmos a Reguengo Grande, pegamos os carros e seguimos para outra cidadezinha próxima, para uma espécie de associação da comunidade local, onde almoçamos e nos divertimos mais um pouco.

No cardápio, um frango delicioso, ensopado de carne de porco e doce de leite com limão, de sobremesa!

Frango com tempoero típico português

Arroz doce

Se você estiver em Portugal e quiser fazer algumas trilhas, a Green Trekker tem uns roteiros bem legais. São vários destinos para você escolher. Nós recomendamos!

E se você quiser dicas de hotéis com ótima localização e preços razoáveis em Lisboa e Cascais, não deixe de dar uma olhadinha nas nossas dicas na seção Dicas de Hotéis em Portugal.

Gostou deste artigo, então clica nas estrelinhas aí embaixo e avalie o nosso blog. Sua opinião é muito importante para nós!