Toscana (8° dia): Cerreto Guidi / Vinci / Firenze

Dia08_CerretoGuidi_Firenze

Oitavo dia e nossa viagem pela Toscana vai chegando ao final. David já estava cansado de dirigir e sugeriu que ao invés de irmos até Lucca, que fôssemos somente até Firenze. E assim fizemos, ao invés de ficarmos duas noites em Cerreto Guidi, como planejado, ficamos uma noite só e decidimos pernoitar em Firenze. Como não havíamos reservado hotel, fizemos uma rápida pesquisa na Internet para, ao chegarmos na cidade, termos alguma referência de onde nos hospedar.

Tomamos o café e fomos conhecer Vinci, a cidade onde nasceu Leonardo da Vinci, em 15 de abril de 1452. Há dois lugares diferentes para visitar, o pequeno centro da cidade de Vinci – onde há um museu no Castelo de Conti Guidi com várias obras de Leonardo – e a casa onde nasceu e viveu o gênio Da Vinci e que agora abriga um museu.

Infelizmente não pudemos visitar o museu que fica na casa, na aldeia chamada Anchiano, fora do centro da cidade de Vinci porque estava fechado, mas visitamos o museu no Castelo de Conti Guidi, lá há inúmeras obras inventadas por Leonardo. Há também, uma representação, em madeira, do Homem Vitruviano, uma das ilustrações mais famosas de Da Vinci, no qual o homem é representado em proporções ideais.

Vinci_Foto05

Vista da cidade de Vinci…

Vinci_Foto06

…região onde nasceu o gênio Leonardo

Vinci_Foto01

Igreja onde Da Vinci foi batizado

Vinci_Foto02

Fachada do Museo Leonardino

Vinci_Foto03

Réplicas de várias criações de Da Vinci encontram-se expostas no museu

Vinci_Foto04

Uma das salas do Museo Leonardino

Vinci_Foto08

Réplica em madeira do Homem Vitruviano…

Vinci_Foto09

… uma das mais famosas obras de Da Vinci

De Vinci seguimos para Firenze. Apenas 40 minutos e estávamos em frente à estação de Firenze em busca de hotel. Como já havíamos pesquisado antes, fomos direto ao Hotel Universo, na Piazza Santa Maria Novella, em frente à Basílica de mesmo nome. O hotel tinha boas referências, havia vaga e a localização era perfeita. A construção é muito antiga, claro, e por isso a parte interna (escadas, corredores) deixava um pouco a desejar, mas o interior do quarto era muito bom, limpo e arejado. Além do mais, conseguimos um quarto de frente para a Piazza, com uma vista perfeita.

Firenze_Foto02

Vista do quarto do hotel. De um lado a Piazza Santa Maria Novella…

Firenze_Foto01

… do outro, a Catedral.

O grande problema de Firenze é local para deixar o carro. Os hotéis mais centrais, em geral, não possuem estacionamento próprio, eles fazem parceria e isso acaba encarecendo um pouco o valor. O estacionamento mais em conta sai por 25 euros a diária.

Devidamente instalados fomos procurar algum lugar para comer, nada muito difícil visto que há vários bares e restaurantes na região central. Depois fomos andar pela cidade. Firenze é linda, e faz jus a todos os comentários que recebe, um verdadeiro museu a céu aberto!

Não há como não se encantar diante da beleza da Cattedrale di Santa Maria del Fioret, das obras de arte na Piazza Signoria ou com o entardecer às margens do Rio Arno. Um verdadeiro espetáculo. Caminhamos por algumas horas pelas ruelas de Firenze, sem destino, descobrindo as belezas da cidade. E há muitas, posso te garantir. Diferente das vilas de Montalcino ou Montepulciano, Firenze estava cheia de turistas por todos os lado, às vezes é até difícil tirar uma determinada fotografia ou ver alguma obra com calma.

A Catedral, mais conhecida como o “Duomo” de Firenze, tinha uma fila enorme e decidimos não encará-la. Voltaremos em outra época, provavelmente no inverno quando a cidade está mais vazia para visitar todos os pontos turísticos com calma e aproveitar melhor. Infelizmente as fotos da Catedral não ficaram muito boas pois havia uma obra bem em frente do prédio e foi impossível fotografar a fachada de frente.

Firenze_Foto12

Piazza e Igreja Santa Maria Novella

Firenze_Foto05

Muitos turistas pelas ruas de Firenze

Firenze_Foto04

Fachada da Cattedrale di Santa Maria del Fioret

Firenze_Foto03

Fachada da Cattedrale di Santa Maria del Fioret

Firenze_Foto09

Altar da Cattedrale di Santa Maria del Fioret

Firenze_Foto10

Teto da Cattedrale di Santa Maria del Fioret

Firenze_Foto11

Igraja de San Lorenzo

Firenze_Foto08

Detalhe da fachada do “Duomo”

Antes de encerrar a sexta-feira, fomos ver o pôr-do-sol às margens do Rio Arno e, depois, um jantarzinho muito bom no Antico Ristori di Combi, comida típica fiorentina, ambiente agradável e atendimento muito bom. A lazanha estava deliciosa. Eu recomendo!

Firenze_Foto13

Pôr-do-sol às margens do Rio Arno

Firenze_Foto14

A lazanha estava deliciosa

E para fechar a noite, resolvemos experimentar o famoso cocktail Negroni, on the rocks, feito com gin e enfeitado com fatias de laranja ou limão. Eu, particularmente, não gostei do sabor mas, não custa experimentar quando estiver por lá, quem sabe você goste. Ficou curioso? Quer saber mais sobre a bebida, clique aqui e conheça a história de como ela foi criada.

Firenze_Foto16

Negroni, o cocktail tradicional de Firenze

Firenze_Foto15

Vista noturna da fachada do “Duomo”