Toscana (7° dia): San Gimignano / Volterra / Cerreto Guidi

Dia07_SanGimignano_CerretoGuidi

Mais um belo dia de sol na Toscana!!! Bom, pelo menos de manhã porque depois o tempo resolveu fechar, e a chuva caiu por algumas horas. Mas é aquela “chuva de manga” como a gente costuma falar no Brasil. Para quem não conhece o termo, ele refere-se àquela chuva de curta duração, que cai repentina, e logo em seguida, traz o sol de volta.

SanGimignano1_Foto01

A vila e os vinhedos

SanGimignano1_Foto02

Vista da pousada onde nos hospedamos

 

SanGimignano1_Foto03

Ah! as flores da Toscana são um espetáculo à parte…

SanGimignano1_Foto04

… aproveitei a manhã para fotografá-las

Saímos de San Gimignano já passava das 10h, afinal, férias é para descansar também, concorda? Queríamos conhecer Volterra e, de lá, seguir para Cerreto Guidi, nossa próxima parada. Escolhemos essa cidade pois ela fica em um ponto estratégico, mais ou menos no meio do caminho entre Firenze e Lucca.

De San Gimignano a Volterra utilizamos a Strada Provinciale Volterrana (SP 62 e SR439dir). Próximo a Vicarello, passamos do lado de uma plantação de girassol completamente florida, impossível não parar para fotografar. Dez minutos depois chegamos a Volterra, e a chuva também!

SanGimignano1_Foto05

Plantação de girassol à beira da estrada

SanGimignano1_Foto06

Entre Volterra e Cerreto Guidi passamos por várias plantações de girassol

Estacionar nestas cidades menores não é uma missão fácil. Em geral não há muito espaço para deixar o carro e, quando tem, às vezes é reservado para os moradores ou para a polícia.  Conseguimos uma vaguinha em frente ao Teatro Romano e, logo de cara, pudemos apreciar um dos maiores atrativos da cidade. Realmente muito interessante, um cenário completo ao ar livre. Se algum dia voltar, certamente vou tentar me programar para assistir a uma apresentação no Teatro, deve ser, no mínimo, interessante.

Assim como em San Gimignano, muitos turistas visitavam a cidade de Volterra. O centro possui muitos restaurantes e lojinhas para todos os gostos.  Caminhei por várias ruelas da vila e entrei em alguns teatros e igrejas mas o local que mais em impressionou foi o Battistero, uma construção do século XIII na Piazza San Giovanni. A atmosfera do local é algo difícil de explicar.

Volterra_Foto12

Teatro Romano ao ar livre…

Volterra_Foto08

… uma das principais atrações de Volterra

Volterra_Foto05

Pelas ruas da cidade muitas lojas e restaurantes

Volterra_Foto11

Catedral de Santa Maria Assunta

Volterra_Foto01

O Battistero foi um dos lugares que mais me impressionou…

Volterra_Foto02

Imagem no interior do Battistero

Volterra_Foto03

Palazzo Dei Priori

Volterra_Foto04

Interior do Oratorio della Misericordia di Volterra

De Volterra seguimos para Cerreto Guidi. Pelo caminho, o céu nublado e as nuvens carregadas deixavam a paisagem com outra aparência, mas igualmente bela.

Chegamos a Cerreto Guidi já no final da tarde. O hotel era bom, porém estava completamente vazio. Descansamos um pouco e saímos para jantar. Pesquisando por restaurantes no tripadvisor, encontrei excelentes recomendacões sobre o Ristorante Adriano e sobre o prato típico da casa “La Bistecca alla fiorentina”. E lá fomos nós, experimentar a tão falada carne.

Bom, confesso que, a princípio, a carne veio praticamente crua (é como eles comem lá) e nós tivemos que pedir para o garçom deixar no fogo um pouquinho mais. Mas, depois, quando ele trouxe de volta, a carne estava deliciosa. O segredo? Colocar azeite de oliva por cima da carne depois de pronta. Esse restaurante, nós recomendamos. Ambiente e atendimento impecável e a comida deliciosa. Gostamos tanto do azeite que eles produzem que resolvemos perguntar se eles tinham para nos vender. E, claro, eles deram um jeitinho e prepararam duas latas para nós.

CerretoGuidi_Foto01

O tempo fechou para chuva…

CerretoGuidi_Foto02

…mas a paisagem continuava bela

CerretoGuidi_Foto03

“La Bistecca alla fiorentina”, simplesmente uma delícia

CerretoGuidi_Foto04

E depois da chuva o dia terminou assim, com esse entardecer maravilhoso