SERRA DA CANTAREIRA: Um verdadeiro paraíso há apenas dois passos da ‘Paulicéia Desvairada’

Pedra Grande (Serra da Cantareira, São Paulo, Brasil) - Brazil Simplesmente a maior floresta urbana do mundo! Com 7.916,52 hectares de Mata Atlântica, inúmeras espécies da plantas (figueira, cabreúva, samamabia-açu ou xaxim, cedro-rosa, bambu,…) e uma variedade imensa de aves (tucano de bico verde, pica-pau, martim-pescador, garça-branca, caracará, bugio,…), a Serra da Cantareira é um verdadeiro oásis há apenas 10km da Praça da Sé, o “coração” da selva de pedra!

Poucos metros após o começo da Serra – seja pela Estrada Santa Inês ou pela Avenida Nova Cantareira – já e possível perceber a diferença na temperatura (normalmente mais fresca), na qualidade do ar (muito mais puro) e, é claro, na paisagem, muito mais bonita, com muitas árvores e muito verde por todos os lados.

Diz a lenda que a Serra recebeu o nome de Cantareira por causa da grande quantidade de nascentes e córregos encontrados na região. Os tropeiros que faziam o comércio entre São Paulo e as outras regiões do país, nos Séculos XVI e XVII costumavam armazenar água em jarros de barro, chamados cântaros. Esses jarros eram guardados em um suporte chamado Cantareira. Daí teria surgido o nome Serra da Cantareira.

Mas há controvérsia!  Uma outra corrente diz que o nome foi dado à Serra por causa dos trabalhos feitos com pedras – que são muito comuns na região – cujo nome é cantaria.

Pedra Grande (Serra da Cantareira, São Paulo, Brasil) - Brazil

Detalhes à parte, a Serra da Cantareira – declarada pela UNESCO (1994) como parte da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da cidade de São Paulo – é de extrema importância ecológica para o Estado. Ela abrange os municipios de São Paulo, Guarulhos, Mairiporã e Caieiras. Mas sua maior parte está localizada na Zona Norte de São Paulo.

Parque Estadual da Serra da Cantareira 

O Parque Estadual da Serra da Cantareira foi criado há muitos anos com o intuito de recuperar a Mata Atlântica e proteger os mananciais, seriamente ameaçados pelas fazendas de  café e cana-de-açúcar que ocupavam a região, promovendo o desmatamento desordenado e a degradação da mata nativa.

O Parque – que abrange uma parte da Serra da Cantareira – é dividido em quatro Núcleos: Pedra Grande, Engordador, Águas Claras e Cabuçu.

Pedra Grande (Serra da Cantareira, São Paulo, Brasil) - Brazil

Esses Núcleos são abertos à população. As trilhas, em geral,  são conservadas e bem sinalizadas, e oferecem ao visitante a oportunidade de conhecer um importante remanescente de Mata Atlantica em plena São Paulo, fazer exercício, apreciar a natureza, e, se der sorte, observar alguns animais.

Núcleo Pedra Grande (Serra da Cantareira)

Aberto ao público em 1989, o Núcleo da Pedra Grande está há apenas 10Km (em linha reta) da Praça da Sé. O acesso é pelo Horto Florestal de Sâo Paulo.

Onde fica: Rua do Horto, 1.799. Tremembé
Como chegar: De carro: Veja o mapa à partir do Terminal Rodoviário da Barra Funda ;
De ônibus: linha 2740-41 (Metrô Parada Inglesa x Horto Florestal), linha 2740-10-0 (Metrô Santana), linha 1783-41-0 e 1764-41-0(Metrô Parada Inglesa),linha 1783-21-0 e 1722-10-0 (Metrô Tucuruvi). Para mais informações ligue para o número 156 ou consulte o site da Sptrans;

A partir da entrada do Núcleo existem quatro trilhas distintas:

  • Trilha da Bica (1,381m, 1h, nível leve). Chega-se a uma fonte d´água onde o visitante pode se refrescar e apreciar os pássaros e quatis que frequentam a região;
  • Trilha do Bugio (370m, leve), pode-se observer os pequenos macacos nas árvores;
  • Trilha das Figueiras (920m, 1h30, nível médio, varia entre trechos íngremes e suaves). Como o próprio nome diz, a trilha é cheia de Figueiras enormes. É possível ver alguns bugios nas árvores, além de  matacões (granitos) que sofrem o fenômeno denominado de esfoliação esferoidal, onde as rochas apresentam fendas;
  • Trilha da Pedra Grande (9,500m, 3h, nível médio, é longa e possui subida). Chega-se à Pedra Grande, que fica a 1.010m de altitude, de onde se tem uma vista panorâmica da Cidade de São Paulo e, em dias claros, trechos da Serra do Mar. Essa trilha da acesso ao Lago das Carpas

Pedra Grande (Serra da Cantareira, São Paulo, Brasil) - Brazil

No final da Trilha da Pedra Grande é possível visitar o Museu da Pedra Grande, que exibe animais empalhados, diferentes tipos de rocha e uma maquete do parque.

Núcleo Engordador (Serra da Cantareira)

A portaria do Núcleo do Engordador está localizada a aproximadamente 10Km do Núcleo da Pedra Grande. O nome deve-se ao fato de existir na região vários córregos e riachos que, ao desaguarem no leito do rio, “engordavam-no” com suas águas. Daí surgiu o nome do rio e do Núcleo.

Onde fica: Av. Cel. Sezefredo Fagundes, 19.100 (acesso pela rodovia Fernão Dias).
Como chegar: De carro: Veja o mapa à partir do Terminal Rodoviário da Barra Funda ;
De ônibus: Linha 1783-10 (Metrô Santana / Cachoeira), Linha 1783-21 (Metrô Tucuruvi/Cachoeira), Linha 1783-52 (Praça do Correio / Cachoeira). Para mais informações ligue para o número 156 ou consulte o site da Sptrans;

O Engordador possui duas trilhas para caminhadas e uma para mountain bike.

  • Trilha da Cachoeira (3.500m, 2h, nível médio). Durante o percurso há três cachoeiras – onde o banho é permitido e cruza-se o Rio Engordador diversas vezes. No final do percurso chega-se ao antigo tanque de captação de água da Sabesp, construído em 1898.
  • Trilha do Macuco (700m, 40 min, nível fácil). O percurso acompanha o riacho e passa por entre os canos que faziam parte do antigo Sistema de abastecimento de água.
  • A Trilha de Mountain Bike tem 1.400m e é restrita a ciclistas.

Núcleo Engordador (Serra da Cantareira, São Paulo, Brasil) - Brazil

No blog Vem Conosco tem um post muito bacana sobre o Núcleo Engordador com várias dicas e fotos, vale a pena dar uma olhada.

Núcleo Águas Claras (Serra da Cantareira)

Esse Núcleo, aberto à população em 2000, recebeu esse nome porque a sua area está situada em uma microbacia que dã origem ao Ribeirão Águas Claras, ao qual se tem acesso por meio da trilha das Águas.

Onde fica: Av. José Ermírio de Moraes, 96 (Continuação da Avenida Nova Cantareira – divisa dos municípios de São Paulo e Mairiporã)
Como chegar: De carro: Veja o mapa à partir do Terminal Rodoviário da Barra Funda ;
De ônibus: O tráfego de ônibus é expressamente proibido na Avenida. A saída para quem não tem veículo é fazer a trilha a partir do Horto Florestal.

O Núcleo Águas Claras tem quatro trilhas de diferentes níveis de dificuldade:

  • Trilha da Suçuarana (1,200m, 2h, nível médio). É a trilha principal do Núcleo e tem esse nome porque no local foram encontrados rastos da suçuarana ou onça-parda (ou puma), o maior felino encontrado no Parque Estadual da Cantareira. Essa trilha leva à Pedra Grande e ao Lago de Carpas.No percurso podem ser apreciadas árvores de até 30m de altura.
  • Trilha das Águas (700m, 45 min, nível fácil)
  • Trilha da Samambaia-açu (1,250m, 1h, nível médio), como o próprio nome diz, é replete de samambais, planta típica da Mata Atlântica e que pode alcançar uma altura de 2,5m.
  • Trilha das Araucárias (1.250m, 1h, nível fácil). A trilha é ladeada por pinheiros-do-paraná, que foram introduzidos no Parque no final do século XIX.

Há registro da presença de suçuarana (a onça-parda) neste Núcleo.

Núcleo Águas Claras (Serra da Cantareira, São Paulo, Brasil) - Brazil

Núcleo Cabuçu (Serra da Cantareira)

O Núcleo Cabuçu, aberto para visitação em 2008, fica na cidade de Guarulhos e, segundo a Luciana Reis, é super limpo e organizado. Há duas explicações para o nome do Núcleo, a primeira diz que o nome teve origem na lingua tupi guarani (Caba=Vespa e Açu=Grande) e refere-se a uma espécie de vespa encontrada na região e a outra seria por causa de uma árvore chamada Cabuçu (Miconiacabussu) que também é largamente encontrada na região.

Onde fica: Av. Pedro de Souza Lopes,7903
Como chegar: De carro: Veja o mapa à partir do Terminal Rodoviário da Barra Funda ;
De ônibus: Linha 337-Jd (Acácio) no metrô Tucuruvi. Descer no ponto da E.E. Maria Helena Cunha e caminhar uma quadra. Para mais informações ligue para o número 156 ou consulte o site da Sptrans;

Neste Núcleo há quatro trilhas, um mirante (de onde se avista a represa) e a Barragem do Cabuçu, construída em 1904 e considerada a primera grande obra de concreto armado do Brasil. A barrage funcionou por mais de 60 anos e foi desativada quando entrou em operação o atual Sistema cantareira.

  •  Trilha da Jaguatirica (1000m, nível fácil)
  •  Trilha Tapiti (250m, nível fácil)
  •  Trilha Sagui (730m, nível fácil)
  • Trilha da Cachoeira (5.220m, 3h, nível médio). Há uma cachoeira no final da trilha, por isso o nome.
Post_SerraCantareira_Foto04

Vista aérea Represa do Cabuçu (http://www.ambiente.sp.gov.br/)

Informações sobre os parques da Serra da Cantareira (horários e valores)

Para informações sobre horário de funcionamento dos Núcleos e valor do ingresso consulte a página do Parque Estadual da Cantareira ou entre em contato por telefone ou e-mail com a administração do Parque.

Telefones: (11) 2203-3266 / (11) 2203-0073
E-mail: [email protected] / [email protected]

Dicas do MeusRoteiros.com

O Parque Estadual da Cantareira é totalmente voltado ao Ecoturismo. Não há lanchonetes nos Núcleos. Portanto, antes de arriscar fazer alguma de suas trilhas, é importante tomar alguns cuidados. 

  • Leve água/suco/refrigerante ou qualquer outra bebida para tomar durante o percurso. Há algumas bicas nas trilhas mas recomenda-se não tomar a água;
  • Leve sempre algo para comer;
  • Use roupa confortável e sapatos adequados. Um tênis é ideal;
  • Use boné ou chapéu para protejer a cabeça do sol;
  • Verifique sempre a meteorologia antes de encarar uma trilha, se houver previsão de chuva, entre em contato com o Parque para saber se o passeio é aconselhável. Se sim, não esqueça de levar uma capa de chuva;
  • Não esqueça a câmera fotográfica;
  • Não use mochilas enormes, quanto menos peso, melhor.

E por último, mas não menos importante! O Parque oferece o Circuito Integrado de Educação Ambiental, voltado principalmente para as pessoas que tem algum tipo de limitação física que as impeça de visitar o parque e percorrer suas trilhas. O circuito é feito por uma van que percorre o Horto Florestal e o Parque da Cantareira. Quando há vagas, pessoas sem estas limitações também podem participar. Para obter mais informações sobre o Circuito, entre em contato por telefone ou e-mail com a administração do Parque (disponível no item anterior).