Palácio da Ajuda: uma viagem ao mundo do Rei D. Luis I e D. Maria Pia!

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)Uma atração belíssima e ainda pouco explorada pelos turistas e moradores de Lisboa é o Palácio da Ajuda, localizado no bairro de mesmo nome e bem próximo ao famoso Mosteiro dos Jerônimos.

Também chamado de Real Paço de Nossa Senhora da Ajuda, o Palácio é considerado Monumento Nacional e está sendo, aos poucos, totalmente remodelado. A ideia é restaurar, com base em rigorosa investigação histórica, as decorações e ambientes da época de D. Luís.

Além de servir de palco para algumas cerimônias oficiais da Presidência da República, o Palácio Nacional da Ajuda abriga, também, a Biblioteca da Ajuda, a Galeria de Pintura do rei D. Luís I e a Secretaria de Estado da Cultura.

Considerado um dos mais importantes museus de artes decorativas de Portugal, o Palácio foi aberto à visitação pública em 1968 e é uma das atrações da cidade que tem entrada gratuita aos primeiros domingos do mês. Nós estivemos lá e super recomendamos a visita!

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Um pouco da história do Palácio da Ajuda

O Palácio Nacional da Ajuda tem uma história muito interessante. Ele foi construído após o terremoto de 1755 – que destruiu grande parte da cidade de Lisboa – para ser a nova residência da Família Real Portuguesa.

Depois de 250 anos residindo no suntuoso Paço da Ribeira (Atual Praça do Comércio), a Corte Portuguesa viu-se obrigada a procurar um local mais alto e mais seguro para morar, uma vez que a atual residência fora completamente destruída.

O novo Palácio, construído em madeira para ser mais resistentes a abalos sísmicos, acabou ficando conhecido como Paço de Madeira ou Real Barraca e foi a residência da corte portuguesa por aproximadamente 30 anos (de 1761 a 1794).

Em 1794, durante o reinado de D. Maria, uma nova tragédia atinge a moradia real. Desta vez foi um incêndio que destruiu completamente o Palácio e tudo que lá existia.  Dois anos depois (1796) iniciou-se a construção de um novo palácio, agora de pedra e cal, em estilo Barroco, estilo arquitetônico da época.

Após 5 (cinco) anos a construção foi interrompida para que fossem feitas adaptações à nova corrente arquitetônica da época, a neoclássica. A obra nunca foi completamente terminada por diversos motivos, entre eles a mudança da Família Real para o Brasil em 1807.

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Somente em 1826, depois da morte de D. João VI, que a infanta D. Isabel Maria acabou voltando a residir no Palácio. Durante todo este tempo o Palácio só era utilizado para algumas cerimônias. Dois anos depois foi a vez do rei D. Miguel escolher o Palácio da Ajuda para morar. Porém ele só ficou por lá durante 6 meses, mudando-se para o Palácio das Necessidades de modo a permitir a continuação das obras do Palácio da Ajuda. D. Maria II e D. Pedro V também elegeram o Palácio das Necessidades para viver.

Em 1862, ano em que o rei D. Luís I casou-se com D. Maria Pia (princesa de Sabóia) que o Palácio da Ajuda passou por um processo de total remodelação e voltou a ocupar lugar de destaque, sendo palco das reuniões do conselho de Estado, dos grandes banquetes e recepções oficiais da família real.

Nesta época nasceram os príncipes D. Carlos e D. Afonso. Com a morte de D. Luís I a corte dividiu-se novamente em 3 (três) Paços – a Ajuda, Belém e as Necessidades – e o Palácio da Ajuda voltou a perder destaque. Com a instituição da República, o Palácio foi fechado. Em 1968 o local foi aberto à visitação pública.

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Se você é daqueles que gosta de História e quer saber mais detalhes sobre este belo Palácio, clique aqui. http://www.palacioajuda.pt/pt-PT/palacio/historia/ContentDetail.aspx

A visita ao Palácio Nacional da Ajuda

Nós visitamos o Palácio em Agosto de 2016. A visita começa pelo andar térreo onde se encontram os aposentos pessoais dos monarcas, a Sala de Música, uma sala de estar chamada de Sala Azul, a sala de jantar para as refeições diárias da família e algumas dependências que eram usadas para o lazer da família, como a Sala de Mármore e a de Bilhar.

Já no andar superior, chamado de Andar Nobre, você vai visitar a Sala do Corpo Diplomático, a Sala do Trono, a Sala D. João VI (era lá que se realizavam os bailes de gala da época), a Sala dos Grandes Jantares (onde eram realizados os banquetes) e também o Atelier de Pintura, a Biblioteca e o quarto de cama do Rei D. Luís, em 1888.

Eu, particularmente, fiquei encantada com os pisos, as tapeçarias e, também, com os tetos do edifício. Lembre-se de prestar atenção a estes detalhes quando você estiver fazendo a visita. Você certamente vai se encantar!

Sala Grande de Espera

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala do Despacho

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala da Música

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Quarto de Cama do Rei

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala Azul

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala de Mármore

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala Rosa

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala Verde

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Quarto de Cama da Rainha

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala de Jantar

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala de Bilhar

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)
Biblioteca

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Atelier de Pintura

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala do Retrato da Rainha

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala das Senhoras do Corpo Diplomático

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala do Corpo Diplomático

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala do Trono

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Sala dos Grandes Jantares

Ajuda Palace (Lisbon) / Palácio da Ajuda (Lisbon)

Como chegar ao Palácio da Ajuda?

O Palácio Nacional da Ajuda no largo da Ajuda

De carro: Uma forma bastante simples de chegar ao Palácio é seguir de Lisboa em direção a Belém. Depois subir a Calçada da Ajuda por aproximadamente 1km. Há bastante lugar para estacionar nas redondezas.

De transporte público: De ônibus também é bem fácil. Algumas linhas param bem em frente à entrada principal do Palácio. As linhas de ônibus são a 18; 729; 732; 742; 60. Para quem vai de trem, o ideal é descer na estação de Belém.

Informações Importantes sobre a visita ao Palácio

  • O Palácio da Ajuda está entre os monumentos que oferecem entrada gratuita no primeiro domingo de cada mês;
  • Horário:
    – Quinta a Terça-feira, das 10h às 18h. A última entrada é às 17h30;
    – O Palácio não abre às quartas-feiras, no dia 01 de Janeiro, no Domingo de Páscoa, no dia 01 de Maio, no dia 13 de Julho e no dia 25 de Dezembro.
  • Ingressos: o bilhete custa 5€ para o público em geral. Mas há desconto para famílias, sênior, professores, jornalistas. Mais informações podem ser obtidas neste link.
  • Crianças até 14 anos (inclusive) não pagam entrada.
  • Duração média da visita: 1h45.

Estas informações podem sofrer alterações. Consulte o site oficial do Palácio Nacional da Ajuda antes de dirigir-se ao local.

Sites e Artigos sobre o Palácio da Ajuda na Web

 Site oficial do Palácio da Ajuda

Palácio da Ajuda (Lisbon Lux)

Palácio Nacional da Ajuda – Residência Real Oficial

Palácio Nacional da Ajuda (Lisboa Cool)