Toscana (1°dia): Genebra / Corvara

Dia01_Genebra_CorvaraSaímos de Genebra às 13:50h com destino a um vilarejo italiano chamado Corvara, onde passaríamos a primeira noite. Tentei localizar no GPS mas o endereço do hotel não foi localizado. Então seguimos na direção de La Spezia, na região de Cinque Terre. Inicialmente a viagem duraria aproximadamente 5h mas acabamos gastando muito mais por causa da chuva.

Em menos de dez minutos chegamos à aduana francesa. Seguimos pela Autoroute du Mont Blanc por aproximadamente 80km até chegarmos ao Túnel de mesmo nome, que separa a França da Itália. Normalmente há fila na entrada do túnel e desta vez não foi diferente. Esperamos pelo menos uns 20 minutos. Mais alguns minutos para percorremos os 13km de extensão do Mont Blanc e, finalmente, estávamos em terras italianas.

A partir daí são muitos túneis, um atrás do outro por, pelo menos 40 km. David estava um pouco cansado e me pediu para dirigir. Uau, finalmente!!  Pela primeira vez eu dirigi Baby (este é o apelido do nosso carro) em uma estrada italiana. Alguns quilômetros depois e o tempo fechou. Caiu um verdadeiro temporal, muita água. Perto de Gênova, os túneis aumentam e o trânsito também, afinal é sexta-feira, final do expediente, e todos querem sair da cidade para aproveitar o verão.

Toscana_PostBlog_Dia1_Foto1

Entardecer no pequeno vilarejo de Corvara

Chegamos a Corvara já passava das 20h e o sol começava a se pôr. Deixamos a mala no quarto e descemos para jantar. Como o restaurante estava cheio e não tínhamos feito reserva, Daniela, a proprietária, nos perguntou se poderíamos ficar em uma área externa no fundo do restaurante. Como estávamos morrendo de fome e o entardecer muito bonito, não vimos problema algum. E para nossa surpresa, era justamente lá que Francesco, o pizzaiolo, prepara as suas deliciosas pizzas.

Toscana_PostBlog_Dia1_Foto2

Francesco deixa a massa preparada, quando o pedido chega e so abrir…

Toscana_PostBlog_Dia1_Foto3

e rechear! Hummmmm

Enquanto esperávamos o jantar, fui ‘xeretar’ na cozinha. Além das pizzas, notei que Francesco preparava um outro tipo de prato que eu não conhecia. O formato era redondo (como uma pizza) mas a aparência era totalmente diferente, fina e com uma coloração bem amarela. Ele me explicou que se chamava Farinata – um prato típico daquela região, preparado com grão-de-bico e leite. Segundo ele, na região da Toscana, o prato e mais grosso um pouco e recebe o nome de Cecina. Resolvi experimentar e confesso que o sabor é bem bom, especialmente as bordas torradinhas.

Toscana_PostBlog_Dia1_Foto4

Quer tentar fazer? no site visitgenoaitaly.com você encontra uma receita de Farinata Genovesa, tem até uma historinha sobre o prato. Se testar e aprovar, volta para contar para gente ok?

Depois do jantar era hora de descansar para comecar a viagem pela Toscana, propriamente dita, no dia seguinte.