12 lugares na Suíça que você vai querer visitar!

Ahhh, a Suíça é linda! Quanto mais a gente viaja e conhece, mais se apaixona pelas belezas naturais e paisagens deslumbrantes dos Alpes. Mas, muitos destes lugares estão longe das grandes cidades ou dos roteiros tradicionais. Quem se arrisca a botar a mochila nas costas e se embrenhar nas milhares de trilhas e passeios espalhados pelo país, descobre verdadeiros paraísos escondidos.

Suíça: doze lugares que visitamos e gostamos!

Neste post, fiz uma lista com alguns dos lugares que visitei e que considero imperdíveis neste cantinho encantador da Europa. São os lugares que recomendo para qualquer um que queira se aventurar pelos belos cantões suíços.

#1. Valle Verzasca (Ticino)

Valle Verzasca - TIcino - Suíça

Sabe aquela frase “uma imagem vale mais do que mil palavras”? Pois é, a primeira vez que vi uma foto da Ponte dei Salti (Ponte dos Saltos) com as águas cristalinas do Fiume Verzasca (Rio Verzasca) sonhei em conhecer aquele lugar. E confesso que não me arrependi. Sem dúvida alguma é um dos passeios imperdíveis na Suíça durante o verão. O Valle Verzasca, que fica no Cantão de Ticino (parte italiana da Suíça), faz parte do distrito de Locarno e é composto pelos munícipios de Sonogno, Vogorno, Corippo, Lavertezzo, Mergoscia, Brione Verzasca, Frasco e Gerra Verzasca.

#2. Zermatt (Valais)

terrhorn - Zermatt - Suíça

Estive em Zermatt na primeira vez que visitei a Suíça, em Abril de 2011. Mas confesso que é um dos lugares que eu gostaria de voltar e explorar com mais tempo. Famosa por estar situada ao sopé de uma das montanhas mais famosas do mundo – a Matterhorn – o vilarejo é muito charmoso. No verão, a região oferece inúmeras atividades ao ar livre (trilhas, escalada, ciclismo, etc) e no inverno é o paraíso do ski, com seus 360 quilômetros de pistas.

#3. Mürren (Berne)

terrhorn - Zermatt - Suíça

Localizada aos pés da Schilthorn, a montanha que se tornou famosa por ter sido o cenário de um dos filmes de “Bond…James Bond”, Mürren tem pouco mais de 400 habitantes e vários hotéis. Além de uma bela visão das montanhas Eiger, Mönch and Jungfrau, durante o verão, é possível visualizar algumas das 72 cachoeiras do Vale de Lauterbrunnen. Não há carros no vilarejo e o acesso é feito por meio de um teleférico – no trecho de Lauterbrunnen até Stechelberg – e de um funicular, de lá até Mürren.

#4. Lavaux (Vaud)

Lavaux - Suíça

Sem dúvida alguma a região de Lavaux, no Cantão de Vaud, faz jus ao título de patrimônio cultural da Unesco, categoria “Paisagens Naturais” com muito louvor. São 830 hectares distribuídos pelas encostas íngremes entre as cidades de Lausanne e Vevey. Montanha, lago, parreiras e cidades pitorescas combinam perfeitamente, dando origem a um visual de maravilhoso que enche os olhos de qualquer turista. Nós fizemos a trilha de cerca de 18km a pé. Apesar de longa, a trilha é relativamente fácil. Além disso, o visual é tão bonito que a gente até esquece que está cansada. 😉 Se você quiser saber mais sobre este lugar, leia o post Lavaux: uma das maiores regiões vinícolas da Suíça

#5. Lago ou Barragem de Cleuson, Nendaz (Valais)

Nendaz - Valais - Suíça

Este é um daqueles lugares que citei que só se chega colocando a mochila nas costas e encarando a trilha. Ah, mas vale a pena, pode acreditar! Depois de caminhar cerca de 2 horas montanha abaixo, nos deparamos com a visão maravilhosa do lago. A cor da água do Lago de Cleuson, em um dia de sol, é algo indescritível. Sem dúvida, um visual maravilhoso.

#6. Gruyères (Fribourg)

Gruyères - Fribourg - Suíça

Uma das vilas medievais mais famosas da Suíça, Gruyères está sempre repleta de turistas. Além das atrações do vilarejo (a fábrica do queijo, o Château e o Museu HR), a região reserva belas paisagens para quem se anima a desvendar suas trilhas. Quer saber como foi nosso passeio por lá, não deixe de ler os posts:

#7. Wildhaus (St.Gallen)

Wildhaus - Suíça

Wildhaus é um pequeno vilarejo localizado há pouco mais de uma hora de Zurique. Segundo informações do website Myswitzerland.com, na região de Widhaus está localizado o maior resort de esportes de inverno da Suíça Oriental, “uma ampla e variada área de esqui e snowboard, a uma altura de 2.262 metros”. Estive lá durante o verão e fiz uma trilha de 18 Km. Além do visual das montanhas, as águas cristalinas dos rios e lagos formam um visual lindo.

#8. Monastério de St. Urban (Luzerne)

Monastério St Urban - Suíça

Estive duas vezes na cidade de Pfaffnau. Da primeira vez só vi o prédio do monastério de longe e confesso que achei lindo. Parei, tirei fotografia e fui embora. Da segunda vez que estive na região, tive mais tempo e, claro, a primeira coisa que fiz foi tentar descobrir que lugar era aquele. Construído no século XVIII, o monastério, com sua arquitetura barroca e cisterciana, acabou se tornando um monumento de importância nacional. Confesso que esta foi uma das igrejas mais bonitas que vi na Suíça.

#9. Saint Cergue (Vaud)

Saint Cergue -Suíça

Saint Cergue fica a apenas 35Km de Genebra. Durante o inverno, a cidade é invadida por aqueles que procuram diversão. Durante o verão, a região oferece várias trilhas e belas paisagens. Mas o que deixa a cidade mais conhecida é uma festa anual chamada “La Désalpe”, que acontece todo outono em Saint Cergue. A festa é uma tradição local e simboliza o final da época de pastagens nas montanhas. Durante toda a manhã, pecuaristas desfilam, orgulhosamente, com seus animais (vacas, cabras e porcos) cuidadosamente enfeitados, ao som de sinos e Alphorn (um instrumento próprio da região). A festa ocorre em outras vilas do país.

#10. Brunnen (Schwyz)

Brunnen - Suíça

O Lago Lucerna possui vários braços e na pontinha de um deles está a bela (e cara) cidade de Brunnen. A montanha Burgenstock, o maciço de Gotthard e o e lago, juntos, formam um visual encantador. Como várias pessoas costumam visitar a cidade de Lucerna, sugiro que façam o passeio de barco e desçam em Brunnen por alguns minutos.

#11. Appenzell (Appenzell Innerhoden)

Appenzell - Suíça

Sabe aquele ditado “estar no lugar certo, na hora certa”? Pois é, é assim que defino a minha passagem por Appenzell, uma das regiões mais bonitas e tradicionais da Suíça. Chegamos em um domingo de manhã e, por coincidência, era um dia de comemoração na cidade. De repente, o sino da igreja tocou, anunciando o fim da missa, e as mulheres começaram a desfilar pela rua vestindo um traje típico da região, simplesmente lindo! Pareciam ter saído do túnel do tempo direto para as ruas da cidade. Claro, não resisti e fui lá pedir para tirar uma foto, antes de seguir pelas montanhas. Fizemos várias trilhas pela região e voltei de lá encantada!

#12. Lago e Ponte de Biaufond (Jura)

Ponte de Biaufond - Suíça

Este foi um dos últimos lugares que encontrei na Suíça e que me encantou, o Lago de Biaufond. Na verdade ele fica na divisa entre a Suíça e a França e é um tanto quanto difícil dizer que parte está em qual país. Passamos por lá, por acaso, em uma das nossas viagens. Era final de outubro, tarde de outono, quando nos deparamos com a Ponte de Biaufond (ou Pont de Paix Sri Chinmoy), no Rio Doubs, considerada a primeira ponte da paz entre Suíça e França. O visual – vermelho da ponte, água, verde do pasto e amarelo-alaranjado das árvores – era tão belo que não resistimos, paramos e fotografamos o lugar.

Gostou? Pois é, mas esta lista não é exaustiva não, o país é realmente lindo e quanto mais a gente conhece, mais quer conhecer e sempre surge um lugar novo e belo. Quer ver mais? Dá uma olhadinha ano post Lugares que você vai querer conhecer na Suíça (Parte II) 😉