ROMA: Dez dicas para você aproveitar melhor sua viagem!

 

Coliseu - Roma

 

 

 

 

 

 

 

 

Você está preparando a sua viagem para Roma, então não deixe de conferir a nossa lista com DEZ dicas que podem te ajudar a gastar um pouco menos e aproveitar muito mais a sua viagem!

#1 – Utilize ônibus no trajeto entre os aeroportos de Roma e a Estação Termini

Onibus_aeroporto

Há várias opções (taxi, trem, van) mas o ônibus é a forma mais econômica;

– valor: entre  €3,90 a €6 por pessoa;
– Tempo: entre 45 minutos e 1h10 (depende do horário/trânsito);
– Empresas: RomeAirportBus, TAMbus, TerraVision, SitBusShuttle;
– Trajeto: Aeroportos de Roma (Fiumicino, Ciampino) / Estação Termini

Nos aeroportos, basta seguir as placas indicando o terminal de ônibus (Bus Station).

 

#2 – Compre o ROMAPASS

RomaPass

O RomaPass é um cartão que oferece vantagens para o turista. Há dois tipos de cartão: RomaPass e RomaPass 48 hours. A grande vantagem do cartão é poder “furar a fila” em alguns pontos turísticos mais concorrido, como o Coliseu, por exemplo.

  • RomaPass 48 hours:

– Valor: €28;
– Validade: 48 horas após a primeira utilização (transporte público ou entrada em uma das atrações);
– Vantagem: transporte público gratuito durante as 48 horas; entrada gratuita no primeiro museu ou sítio arqueológico (o Coliseu e o Foro Romano são considerados uma única atração); desconto nos outros museus; Acesso direto aos locais, sem fila;

  • RomaPass:

– Valor: €36;
– Validade: 3 dias após a primeira utilização (transporte público ou entrada em uma das atrações);
– Vantagem: transporte público gratuito durante os 3 dias; entrada gratuita nos dois primeiros museus ou sítio arqueológico (O Coliseu e o Foro Romano são considerados uma única atração); desconto nos outros museus; Acesso direto aos locais, sem fila;

#3 – Valide o bilhete do ônibus/trem

Nunca se esqueça de validar o bilhete ao utilizar o transporte público em Roma, a multa pode chegar a 200 euros, caso você seja pego pela fiscalização. Para validá-lo, basta inserir o bilhete em uma maquininha que fica próximo à plataforma de embarque (no caso do trem) ou dentro do veículo (no caso do ônibus).

 Maquinas_Validacao_Bilhete

 

#4 – Compre os bilhetes para utilizar o transporte público nas Tabacarias

Caso precise comprar bilhete para utilizar o transporte público em Roma, vá a uma Tabacaria. O bilhete também pode ser adquirido nas bancas de jornais e revistas. O problema é que no final do dia eles podem não ter mais para vender. Neste caso, você vai ter que procurar por uma tabacaria. Para identificá-las, procure pelo símbolo “T”, como na figura abaixo.

Tabacaria_em_Roma

 

#5 – Compre o bilhete para visitar os Museus do Vaticano e a Basílica de São Pedro pela internet e evite filas!

Bilhete_Museus_Vaticano

O bilhete pode ser adquirido na página oficial dos Museus do Vaticano. Você pagará uma taxa adicional de 4 € por pessoa. Em compensação, provavelmente não precisará enfrentar filas para ter acesso ao local. Há uma fila separada para quem tem a reserva. Basta ir até a bilheteria e trocar a reserva pelo bilhete.

 

#6 – Imprima o mapa dos Museus do Vaticano e faça anotações do que você quer ver, assim você aproveitará melhor a sua visita.
Museus do Vaticano (Foto: F. Bucher)

Museus do Vaticano (Foto: F. Bucher)

Os Museus do Vaticano são, na verdade, uma coletânea de vários museus interligados. Por isso o local é enorme, maior do que o Louvre, em Paris. Quando você adquire o bilhete de entrada você não recebe nenhum mapa, então é interessante que você leve o seu impresso. Como há muito o que ver, faça anotações daquilo que mais te interessa, isso te ajudará bastante. Para baixar o mapa, clique aqui .

 

#7 – Chegue aos Museus do Vaticano bem cedo (no horário de abertura) e siga o Percurso Breve. É a única maneira de tentar ver a Capela Sistina ainda vazia.

Capela_1Sistina

Se você já baixou o mapa dos Museus do Vaticano que nós disponibilizamos no item 4, vai perceber que há dois percursos (texto em vermelho), o Breve e o Longo. Há quem diga que seguindo o percurso Breve você chega na Capela antes dos demais turistas (que fazem o Percurso Longo) e consegue apreciar melhor a beleza do lugar.

 

#8 – Verifique se os Museus que você pretende visitar devem ser reservados com antecedência, como é o caso da Galeria Borghese.

Galeria_Borghese1

Você pode reservar o bilhete para visitar a famosa Galeria Borghese por meio deste link. Verifique, também, se os outros museus que você deseja visitar tem necessidade de agendamento prévio.

 

#9 – Visite a Fontana di Trevi no período de noite

Fontana_di_Trevi_1Noite

Na alta temporada é quase impossível evitar a multidão de turistas na Fontana di Trevi, um dos lugares mais conhecidos de Roma. Se você for até lá no período noturno,A probabilidade de ter menos turistas e você conseguir melhores fotos é um pouquinho maior. Tirando que a iluminação da fonte é bem bonita de noite.

#10 – Preste atenção no menu antes de escolher um restaurante e evite aqueles que oferecem comida congelada!

Menu_Congelado1

Nada como comer uma comidinha feita na hora, não é mesmo. Ainda mais na Itália! Então, antes de escolher um determinado restaurante, dê uma olhada no cardápio e verifique se não há um aviso como este da foto (“*Il prodotto potrebbe essere sugeleto/Il prodotto é surgelato”).

E por ultimo, não deixe que o jeito “grosso” dos italianos de Roma estraguem o seu passeio. Eles não são exatamente aquele povo alegre e simpático que a gente imagina e que existe em outras regiões da Itália!  😉

Se você tiver mais alguma dica interessante para quem vai visitar a região, manda p/ nós ([email protected]).  Teremos o maior prazer em acrescentar sua informação!
POSTS RELACIONADOSLinha_Subtitulo

Vaticano: um passeio pelo menor “país” do mundo!
Museus do Vaticano: uma experiência única!
Vaticano: onde ir e o que fazer?
Praça de São Pedro | Vaticano |Itália